Mania de Limpeza

maniadelimpeza

O transtorno obsessivo compulsivo (TOC) é um quadro ansioso caracterizado pela presença de obsessões e rituais compulsivos. A compulsão é um comportamento repetitivo e intencional executado numa ordem preestabelecida (estereotipia). A ação não tem um fim em si mesmo e procura prevenir a ocorrência de determinado evento ou situação com conotação ameaçadora para o indivíduo. No caso que você cita, lavar as mãos com freqüência, ou mania de limpeza, pode estar relacionado ao medo de contaminação.

O TOC acomete cerca de 2,5% da população geral, sendo considerado o quarto diagnóstico psiquiátrico mais freqüente, ocorrendo entre homens e mulheres. Os psicofármacos e psicoterapia cognitivo-comportamental, quando bem indicados, produzem melhora significativa do transtorno. Em geral, acomete pessoas jovens, no final da adolescência, sendo comum iniciar na infância. Entre adultos, a incidência é levemente superior em mulheres.

De acordo com o manual de diagnóstico da Associação Psiquiátrica Americana (DSM IV, APA, 1994), a pessoa deve apresentar, como queixa, obsessões e/ou compulsões cuja intensidade e freqüência interfiram de forma significativa com seu funcionamento cotidiano

TRATAMENTO:

Tratar este tipo de transtorno é sempre trabalhoso. Até alguns anos atrás o tratamento trazia poucos resultados, e as pessoas continuavam com as suas manias e personalidade. Hoje o tratamento é duplo, precisando a pessoa fazer um tratamento químico (medicamentoso) e psicoterápico ( terapia cognitiva) .A medicação é necessária para diminuir o grau da ansiedade e para aumentar o grau de energia psíquica para que a pessoa possa romper o círculo vicioso do pensamento obsessivo. E fazer a psicoterapia para se reeducar a ser menos intolerante em seus sentimentos mais profundos e diminuir o seu sentimento de culpa e a autoagressividade, com uma conduta reta, honesta e transparente.Os resultados tem melhorado muito mas depende fundamentalmente da capacidade da pessoa mudar os sentimentos internos de forma verdadeira e sincera. Os remédios sozinhos acabam não resolvendo o problema.

Comentários

Deixe seu comentário